Skip directly to content

Encontro de Gestores inspira público com conteúdo especializado em pecuária

12/04/2019

 

 

“O grande ponto do evento foi entender que: é possível”, afirma Rodrigo Patussi

Uma verdadeira e intensa imersão. Nos dias 9 e 10 de abril, cerca de 400 produtores rurais, profissionais do campo e técnicos assistiram palestras e participaram de minicursos que ampliaram a visão de negócio, levantaram novos métodos e apontaram caminhos em prol do aumento da lucratividade com a pecuária no 7ª Encontro de Gestores.

“O grande ponto do evento foi entender que: é possível, basta a gente fazer! Não adianta sonhar se a gente não realizar, e a gente tem muito a realizar. Então é possível, esse é nosso recado. É possível a gente vai fazer”, detalha Rodrigo Patussi, Coordenador Geral da Terra Desenvolvimento Agropecuário.

Conteúdo indispensável

“Contamos com a ajuda de palestrantes especiais, todos entenderam o propósito. Nosso público, nossos clientes, são muito parceiros e comprometidos, é sempre muito bom estar com eles. Daqui, vamos levando muitos aprendizados para a vida e, naturalmente, para a nossa profissão”, completa Rodrigo.

Esse é o sentimento que domina a mente do médico veterinário Fabiano Araújo, do grupo Santa Vitória. “Eu queria que todos os meus familiares, colaboradores e amigos estivessem aqui comigo. Eu queria que todas essas pessoas tivessem tido essa oportunidade de estar aqui nesses dois dias onde tivemos, não só vários insights para novos desafios e projetos, mas também esse aprendizado vivenciado”.

Temas enriquecedores

Na terça-feira (9), o público deu o primeiro passo em direção à imersão proposta pelo Encontro de Gestores. Nesse dia, conferiu a palestra com o professor e antropólogo Luiz Almeida Marins Filho, com o tema: case de sucesso da indústria.

Outros três conteúdos, mais técnicos, foram abordados: projeto produtivo para maximização de lucro, com o pesquisador e doutor em Zootecnia Gustavo Rezende; integração lavoura-pecuária, com o médico veterinário William Marchió; e gestão de custos, com o zootecnista e mestre em produção animal Antonio Chaker. A insubstituível necessidade de analisar números e estabelecer metas a serem alcançadas foram questões bastante frisadas pelos ministrantes.

Na quarta (10) pela manhã, os três temas específicos foram explorados em minicursos ministrados por esses especialistas, além do minicurso de gestão estratégica da empresa pecuária, com Bruno Longo, da Terra Desenvolvimento.

Na parte da tarde, o público conferiu um momento especial com o comunicador e pesquisador Dado Schneider, mestre e doutor em Comunicação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS).

Tempo de mudança

De maneira muito descontraída, tirando muitos risos da plateia, Dado falou sobre o público do século 21, a geração Z e comportamento humano. “No século 20 o mundo era vertical, as pessoas tinham mentalidade feudal. No século 21, o mundo é horizontal, o trabalho é em rede e a nova geração vive em espiral. Ou seja, a vida não se dá mais de maneira vertical, não se busca mais esse tipo ascensão. Essa geração não se sente na obrigação de continuar nada”, explica o especialista.

E baseado na experiência de 40 anos de pesquisa sobre o comportamento humano e hábitos de consumo, Dado alerta: “mudar é necessário, não por gostar ou aceitar o novo, mas mudar é necessário para entender a nova realidade. Quem não tiver a capacidade de se atualizar e se adaptar, está fora”, finaliza.